No Dia da Terra, o exemplo de uma família que praticamente zerou sua produção de resíduos sólidos

1189785_79619209

Por Alessandra Verch.

O dia 22 de abril foi a data escolhida pelo senador norte-americano Gaylord Nelson para “comemorar” o dia da terra. Era o ano de 1970 e a data deveria servir para refletir e tomar consciência sobre os diversos problemas ambientais que surgiam. Em 2009, durante a 80 ª Assembleia Geral das Nações Unidas, o Dia da Terra ganhou reconhecimento mundial, através de uma resolução mobilizada pela Bolívia a ONU consagrou o dia 22 de abril como o Dia Internacional da Mãe Terra. Então, para refletirmos sobre os problemas ambientais e a conservação da natureza trazemos um exemplo de inovação e mudança consciente de uma família norte-americana (para ler mais sobre a data clique aqui).

Um dos problemas mais nevrálgicos que enfrentamos, atualmente, é a alta produção de lixo, ou resíduos sólidos. Acima da capacidade de assimilação do nosso planeta, o elevado consumo e o consequente descarte incorreto é apontado como o principal responsável pela destruição de diversos ecossistemas, isso porque a destinação das toneladas de resíduos originados a partir do nosso consumo, invariavelmente, será lixões, rios, lagos, açudes, etc, contaminando e poluindo biomas importantíssimos (para saber mais informações sobre o descarte correto clique aqui).

Pensando em como reverter, ou ao menos minimizar esse problema, a família Johnson aceitou o desafio de diminuir a sua pegada ecológica em apenas um ano (leia sobre mais pegada ecológica aqui), reduzindo de forma drástica a sua produção de lixo. Durante esse período a produção de lixo da família foi de apenas um pote. Já imaginou?

A iniciativa partiu da mãe Bea – que, inclusive, lançou o livro Zero Waste Home para compartilhar sua experiência e incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo com seus resíduos domésticos – e centrou-se na utilização da famosa filosofia dos cinco R’s: recusar, reduzir, reutilizar, reciclar e compostar (rot, em inglês).

Família Johnson

A família já vive há três anos seguindo essa filosofia. Entre as atitudes adotadas estão a compra de alimentos a granel (os alimentos são carregados em recipientes levados por eles mesmos ao mercado), a opção pelo recebimento das contas apenas via e-mail (evitando a utilização de papel), a produção dos próprios produtos de limpeza e higiene (dispensando embalagens descartáveis) e Bea já declarou que faz até sua própria maquiagem em casa.

Usando os 5 R’s a família garantiu que a tarefa fica muito mais fácil. No entanto, o pai, de início, não aprovava a iniciativa. Scott, com o passar do tempo, mudou de ideia ao descobrir fazendo as contas que a “aventura” tinha sido responsável por reduzir os gastos anuais da casa em 40%.

Quer conhecer outras dicas de como reduzir sua pegada ecológica? Então, clique aqui.

FONTE: Planeta Sustentável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s