Ed Motta lança “AOR”, seu décimo disco da carreira

Por João Paulo Levandeira.

safe_image.php

Sem lançar disco de estúdio desde 2009, quando gravou “Piquinique”, Ed Motta parte para lançar seu novo álbum “AOR”. Na verdade, trata-se de uma abreviação do termo “Adult Oriented Tock” ou “ Ambum Oriented Rock”, bastante popular entre os anos 1977 e 1983, quando especialistas se referiam a um som de suingue morno, vocais melosos, instrumental com levada jazzística – acompanhados por piano e teclado – e com alguns eventuais solos de guitarra.

Essa ideia do “AOR” entrou no disco como brincadeira estética. Esse não é o formato das grandes rádios. Ele atinge um público adulto contemporâneo. Eu quero tocar na rádio adulta, não quero tocar num festival, deixa a garotada fazer isso que tá legal”, disse o cantor em tom sarcástico.

Nesse trabalho de inéditas, Ed Motta é beneficiado por letristas que já trabalharam com Adriana Calcanhoto, Rita Lee, Chico Amaral e sua própria mulher, Edna. Mas, um momento especial é a sua primeira composição com “Engrenagem”, que pode ter servido como desabafo sobre as recentes crises que envolveram seu casamento e até confusões no Facebook. Os versos são: “Não foi nada de mais/ repetia tudo sem medo/ não foi nada de mais/ ficou tarde, eu sei/ pra rir outra vez.

O disco ainda traz algumas participações como o do guitarrista americano David T. Walker, em “Ondas Sonoras”, o que era um sonho de Ed. Outro que marca presença é Dante Spinetta, na faixa “Latindo”. Dante é filho do finado rock star argentino Luís Alberto Spinetta – líder dos grupos Illya Kuriaki e The Valderramas . E por fim, outro guitarrista que completa o projeto é Jean Paul Maunik, do grupo inglês Acid Jazz, na canção “Marta”.

Décimo disco de Ed Motta, “AOR” chega de forma independente, através de seu próprio selo, Dwitza Music, e será distribuído pelo Lab 344.

O álbum pode ser adquirido no mercado virtual através do site iTunes. Já no formato físico estará disponível no próximo dia 23. O material ainda desembarcará na Europa a partir de junho, pelo selo alemão Menbran, nos formatos de CD e vinil.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s