“Amor pleno”, novo filme de Terrence Malick, estreia no dia 31 de maio

Chega, hoje, aos cinemas norte-americanos o aguardado Amor Pleno, novo filme de Terrence Malick, diretor de A árvore da vida e Além da linha vermelha.

To-The-Wonder-Trailer8a

O filme narra a trama de Neil (Ben Affleck), que ao viajar para Paris se apaixona por uma europeia (Olga Kurylenko). Após o retorno aos EUA com sua paixão, o relacionamento do casal parece se esgotar e Neil passa a manter uma relação cheia de conflitos com sua esposa. A relação agrava-se quando Neil reencontra uma antiga namorada (Rachel McAdams).

Terrence Malick não costuma fazer filmes fáceis, então, embora a trama pareça boba, temos que aguardar um filme denso que põe em evidência sentimentos que tratamos de esconder bem fundo. Amor Pleno dividiu opiniões no último Festival de Veneza.

url

Pelo trailer já percebemos muitas semelhanças de linguagem narrativa com o trabalho anterior do diretor, A árvore da vida, com movimentos de câmera suaves, cortes secos e uma bela fotografia. O elenco conta também, além dos já citados Ben Affleck e Rachel McAdams, com Javier Bardem, interpretando um padre.

Amor Pleno estreia hoje nos cinemas, mas no Brasil teve sua estreia adiada para o dia 31 de maio.

Anúncios

2 opiniões sobre ““Amor pleno”, novo filme de Terrence Malick, estreia no dia 31 de maio”

  1. Amor Pleno dividiu opiniões no festival de Veneza – não Cannes, como estar escrito. Foi “A Árvore da Vida” que dividiu opiniões no festival de Cannes, porém, mesmo assim, foi premiado com o prêmio máximo, a palma de ouro. O mesmo não aconteceu com “Amor Pleno”, que além de não ganhar o Leão de Ouro em Veneza, não levou prêmio algum. Já conferi o filme, ele é mais focado em seu tema e mais simples em significados que seu anterior, porém a narrativa quase sem diálogos e tom impressionista tomarão mais proporções. Com bons atores, belíssima fotografia, reflexões poderosas e a direção de uma sensibilidade extrema, “Amor Pleno” é uma continuação natural do que o Terrence promoveu com o ousado e renovador filme anterior. Menos inovador, mas, ainda assim, impactante e bonito.

    1. Atualizado, Eduardo! Muito obrigado! Com relação ao “A árvore da vida”, ele não só dividiu opiniões como foi vaiado pela platéia ao final de sua exibição em Cannes (lembrando que a vaia é permitida, mas enfim), muito embora tenha ganho a palma de ouro. Publicamos sobre os indicados do Festival de Cannes 2013 aqui > http://bit.ly/XL3syq. “Amor Pleno” nem sequer consta na lista, mas considerando que se trata de Malick estamos muito ansiosos. Com sua descrição a vontade de vê-lo só aumentou. Muito obrigado, Eduardo, sua colaboração foi muito importante. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s