Designer transforma paixão pelo surf e pelo meio ambiente em documentário sobre surf sustentável

1164699_47138819
Foto: stock.xchng

O designer carioca Thomas Scott, amante do surf e da natureza, transformou suas paixões em curta documentário sobre surf sustentável. A intenção é provocar a reflexão e uma relação mais aprimorada entre o esporte e o meio ambiente. Para isso, Scott propõe o uso de pranchas de agava (um tipo de planta), quase tão leves quanto o poliuretano (comumente usado), porém muito mais ecológicas.

O filme, Agava Surfboards, evidencia a trajetória de Thomas Scott, que é shapper (confecciona pranchas) e designer desde 2004. Scott testou diversas matérias primas para a fabricação das pranchas até chegar ao agave. Sua intenção é eliminar ou minimizar o uso do poliuretano devido aos malefícios ao meio ambiente causados pelo produto.

O agave, planta escolhida, é de origem mexicana e surgiu como uma alternativa à madeira balsa, normalmente utilizada como alternativa ao poliuretano, por ser leve.

O material é encontrado com dificuldade no Rio de Janeiro, e por essa razão, Scott produz as pranchas em pequena escala, embora esteja frequentemente experimentando e testando outras matérias-primas naturais como o miriti, espécie de madeira proveniente da palmeira típica da Amazônia.

Scott expõe em seu documentário a relação contraditória bastante comum entre surfistas e o meio ambiente. O curta documentário propõe uma reflexão importante em 6 minutos. A produção é da Capim Filmes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s