Arte e vida na ponte de pedra

Foto: Guto Prestes

Por Camila Konrath

O último sábado (24) foi o dia marcado para redescobrir um cartão postal da cidade: a Ponte de Pedra, também conhecida como Ponte dos Açores. A iniciativa surgiu da ideia de unir pessoas num espaço público onde todos pudessem comparecer e divertir-se, confraternizando e resgatando um lugar que, apesar de ser monumento histórico da cidade, estava em total esquecimento. Inspirado em trecho do livro Encontro Marcado, de Fernando Sabino, “Do Sonho Uma Ponte” foi organizado pelo coletivo RUA – Rastro Urbano de Amor, através de evento no Facebook. Na página, o coletivo solicitava que, além da diversão, velas e luzes fossem levadas para iluminar a ponte, e anteciparam também que músicos e outros artistas já haviam confirmado presença no Largo dos Açorianos, local onde se situa a ponte de pedra.

Às 19h, grupos de pessoas se aproximavam do local, outras enfeitavam as árvores e o lago com velas e muito colorido. Pessoas, bicicletas, cangas e câmeras fotográficas construíam o visual do ambiente de confraternização e descontração de mais um lindo fim de tarde. Um espaço de projeção ao ar livre chamava atenção de alguns, enquanto, mais adiante, um grupo musical cativava outra parte do largo com doses de jazz ao cair da noite.

Segundo Heloisa Medeiros, curadora do evento e co-fundadora do RUA, a ação foi rápida e partiu da vontade e parceria de quem estivesse disposto a contribuir pra transformar o local em um espaço cultural naquele dia: “Conseguimos ambientar sem dinheiro… 150 reais de uma vaquinha entre nós, ajuda dos amigos músicos, amigo do teatro, amigo malabares”. Heloisa fez questão de frisar que se tratam de manifestações da sociedade civil  interessadas na “democratização da arte através de manifestações em espaços públicos”. Luhcas Alves, também co-fundador do RUA, contou sobre outras intervenções do coletivo. “A gente escreveu na parede aqui do Cine Capitólio… ‘Tenho razão para sentir saudades de ti’. Porque é um lugar que deveria estar aberto, não está aberto por questões políticas…A gente quer chamar atenção para lugares que deveriam estar funcionando da maneira que foram idealizados”.

Foto: Guto Prestes

A população presente elogiou a iniciativa e sinalizou apoio a eventos futuros com estes moldes. O publicitário Rafael Silveira da Silva comemorou e acrescentou: “Fico feliz de ver que pessoas estão entendendo que o shopping não é o lugar pra ser ocupado e sim, a rua, a praça, o espaço público de fato”. Integrante do grupo Bando Antiguera, o músico José Baronio acredita que o evento é importante para a preservação do espaço histórico: “Quando vejo alguma manifestação que tem por objetivo preservar, seja patrimônio histórico, arquitetônico, cultural, que seja… Acho importante as pessoas se manifestarem a favor dessa preservação”.

Foto: Guto Prestes

Porto Alegre ao ar livre

A ocupação de espaços públicos é uma prática cada vez mais constante. Uma vez que a natureza, o sol ou uma noite estrelada fazem o cenário de um palco onde a arte encontra seu público de forma gratuita, horizontal e sem acesso restrito.

Desde o ano passado, as intervenções artísticas em espaços públicos vêm ganhando mais adeptos na cidade de Porto Alegre, seja para mostrá-la ou apreciá-la. Usando páginas de eventos na internet, dezenas de manifestações já foram organizadas, transformando ideias em ações culturais. Eis a lista de algumas:

Serenata Iluminada no Parque da Redenção

Largo Vivo no Largo Glênio Peres

Movimento em Defesa Pública da Alegria, Largo Glênio Peres

Viaduto da Borges – Tutti Giorni

Roda de Samba do Instituto Brasilidades – Largo Zumbi dos Palmares

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s